erros-na-apresentação

4 erros que estragam as suas apresentações

Falar em público se tornou rotina para muita gente desde a pandemia. Mas os novatos cometem muitos erros. E neste artigo você vai conhecer os 4 erros que estragam as suas apresentações.

O fato de termos diversas oportunidades para falar em público não garante que vamos fazer ótimas apresentações. Muita gente se sentiu quase forçado a isso. E isso aconteceu porquê? Por causa da obrigatoriedade de algumas imposições:

  • Lockdown
  • Desemprego
  • Trabalho remoto

As redes sociais se tornaram um dos maiores meios de renda extra na velocidade mais rápida de todos os tempos. Mas, existem 4 erros que estragam as suas apresentações. Principalmente se você estiver começando.

A nossa vida é uma sequência de desafios a serem resolvidos. E pagar os boletos se tornou uma das imposições que fez a maioria das pessoas saírem da zona de conforto. Muitas dessas pessoas se moveram para áreas nunca antes pesquisadas. A exposição as redes sociais foi uma delas.

Aparecer nas telinhas através das redes sociais se tornou o novo normal para muita gente que dizia morrer de vergonha disso. E sem chance para continuar vivendo de desculpas, uma massa enorme de novos entrantes se iniciaram nesta empreitada desafiadora que é falar em público.

Para você ter uma ideia de quanto esse mercado mostrou aquecimento, apenas um dos cursos novos de oratória online que foram lançados em agosto de forma gratuita para o primeiro mês, realizou mais de 900 mil matrículas.

A quantidade de ferramentas para a manifestação livre e criativa para qualquer perfil de pessoas também se multiplicou:

Ferramentas livres para suas apresentações:

Story

Reels

Tik Tok

YouTube

Facetime

Pinterest

Ninguém mais tem desculpas para não se apresentar ao mundo. Seja como for, o desafio agora é outro.

É por isso que este artigo veio à existência. Eu quero mostrar os piores erros dos principiantes em oratória do mundo. Se eles forem resolvidos, certamente o público vai começar a dar muito mais atenção aos seus esforços artísticos ou nem tanto.

Como professor de oratória, entre outros cursos desde o ano de 1998 do século passado, eu tenho observado como uma pessoa pode se destacar ao falar em público. E agora eu vou te mostrar como é o jeito errado de fazer isso.

Os 4 erros que estragam as suas apresentações.

Não é o que você fala, mas quem você é que dá peso à sua fala.

EURÍPEDES

Os quatro erros estão relacionados à imagem que transmitimos ao público. Vamos ao primeiro:

1º) Falta de simpatia

Você já parou para pensar em quantas pessoas não conseguem dar um simples sorriso ao encontrar com outra pessoa?

E aquelas que vivem de cara amarrada?

Em público isso é como uma sentença de morte. Nem um sorrisinho de canto de boca? Ora, me poupe de olhar para sua cara de rabugento e escolha outra profissão.

O mundo já tem muito coisa pesada para absorvermos. E se você realmente quer segurar o mínimo da atenção de seu público, por favor, comece sendo minimamente simpático.

Não precisa ser espalhafatoso. Um semblante leve já ajuda. E um sorriso sincero conquista os corações e ajuda a aliviar as tensões de seus seguidores.

Agora, perceba que existe uma sequência de exposição que pede um determinado modo de comportamento, visto como ideal que é o seguinte:

  • Você não deve se comportar no mesmo modo do começo ao final da apresentação.

Neste sentido posso afirmar que existem pelo menos três modos para se comportar durante qualquer apresentação. São eles:

  • Abertura – aqui você é mais caloroso, mais emocional. Daí a simpatia.
  • Desenvolvimento – aqui é onde você entrega seu conteúdo mais importante. Mostre-se focado, ordenado, organizado.
  • Finalização – aqui é onde você volta para um estado mais emocional novamente. Agradece, desafia, convida, etc.

Pense bem, quanto mais variação melhor. E isso faz todo o sentido, afinal, cada parte da sua apresentação tem um conteúdo diferente. E você é o condutor desses conteúdos diferentes.

Por isso deve se comportar de modos diferentes. Isso vai te ajudar a evitar os erros que estragam as suas apresentações

2º) Falta de energia

Atualmente vivemos uma época de muito estímulo sensorial. E não é apenas nas redes sociais, ou na internet de forma geral.

A vida off line está cheia de estimulantes. Você concorda?

Senão, veja esta lista:

Agora, sem exageros, o que eu quero dizer é que não dá mais para assistir a um vídeo onde a pessoa se arrasta com uma voz lânguida, sem movimentos, sem expressão fisionômica.

Como eu disse acima, não precisa se exceder na comunicação não verbal, no entanto, é necessário demonstrar energia na expressão. Além disso, as pessoas querem sentir isso em nossa exposição.

Até as palavras que usamos e a estrutura de nossas frases devem vir recheadas de força.

A única exceção será para os canais de relaxamento e meditação, onde a voz deverá ser mais para um tom grave e monocórdio, além de ter um ritmo mais lento. Fora isso, pode carregar um pouco nas cores.

3º Falta de humildade.

Sinceramente, o mundo está cheio de sabichões. Aquelas pessoas que, logo aos 18 anos já estão passando pito nos mais velhos. Que demonstram seus cases de sucesso com pouco esforço e seu lifestyle de milionário com tempo de sobra em locais paradisíacos, sempre muito bem acompanhados.

Eles sempre afirmam ter descoberto fórmulas mágicas de crescimento ultra rápido, que poderiam ser comprados por elevados preços. No entanto, dada sua bondade super elevada, estão disponibilizando por uma verdadeira pechincha. Mas, é só para os sortudos que esbarraram em suas páginas de captura de e-mail.

E não é que eles conseguem encontrar pessoas com seu perfil? Aos montes, eu diria. São todos os outros de 18 anos em média que estão olhando para os mesmos quesitos.

Não é problema ser novo de idade. Mas, a idade, na medida em que chega, pede mais humildade. E por incrível que pareça, isso também ajuda a vender. Eu até diria que vende mais.

No fundo, é muito mais raro conhecer histórias de gente que tem muita sabedoria associada a muito dinheiro. Parece até que as duas coisas não combinam.

E normalmente a humildade vem associada a pessoas de elevada espiritualidade.

Nada contra ter dinheiro. Inclusive eu acredito mesmo que ter muito dinheiro é bem legal, ainda que deve dar muito trabalho também. Dizem que quem tem muito, perde um pouco da graça da conquista.

Independente disso, todos gostam de um comportamento humilde. Isso é sempre cativante.

Seja rico ou pobre, qualquer pessoa de comportamento humilde chama mais a atenção do que uma pessoa comum. Os arrogantes impactam, mas não criam seguidores. Na verdade eles os afastam.

Experimente usar esse princípio da humildade em suas interações, certamente vai atrair melhores olhares.

4º) Falta de preparo

Se você vai falar em vídeo, deve saber que isso é considerado Oratória.

Ou seja, você está falando para público. E ainda que esteja apenas olhando para a lente de uma câmera, estará se dirigindo para pessoas de um grupo heterogêneo. E de forma geral, deverá se comportar como um comunicador de excelência.

Ou seja, como um orador. Isso vai evitar você cometer os erros que estragam sua apresentação.

A oratória exige preparo, treino, ensaio. Porém, não é indicado que faça sempre de primeira.

Você deve entender que a fala natural não é igual à fala da oratória.

Eu acredito que você já passou pela experiência de ter que falar em público pela primeira vez e se sentiu todo confuso com a escolha das melhores palavras a usar.

Isto acontece justamente porque a oratória pede uma fala diferente. Ao mesmo tempo ela é exigente, deve ser aprendida e treinada.

Continue, não pare, vá em frente.

Por isso, sem o devido preparo esteja certo de que sua curva de aprendizado será maior do que o esperado. E isso poderá fazer com que você até sinta muita vontade de desistir da tarefa.

Mas, não faça isso e continue em frente. De preferência, procure por um treinador especializado. Esta é outra ação muito importante para evitar cometer erros que estragam a sua apresentação.

O aprendizado não é demorado e com algum treinamento você certamente se sentirá muito mais confiante. Além disso, todos podem obter muito bons resultado se passarem por um curso de oratória que ofereça treinos práticos.

Mas lembre-se, vai depender de você se esforçar um pouco. Pois os bons resultados não vêm de graça, no automático. Não é como acontece no filme Matrix, onde o ator principal aprende kung fu conectado a um computador em alguns segundos.

Agora sim, com essas super dicas acima, você já está vacinado contra os piores erros comportamentais que os novatos normalmente mais cometem ao começar sua incursão pelo universo dos vídeos online.

E agora que você já sabe o que fazer para não cometer os erros que estragam as suas apresentações, prepare-se. Dê o seu melhor e corra para o abraço. Certamente vão gostar muito de suas intervenções com as observações acima.

Te desejo muito sucesso, e se precisar de um treinador particular, pode contar comigo.

Sidnei Miranda.

Compartilhe esse post!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Central de Atendimento

contato@sidneimiranda.com.br

(11) 94027-7221

(11) 2836-2080

© 2018 • Todos os direitos reservados

quero receber

Toda semana tem post novo no blog!

inscreva-se agora!